O Coronel – Nova HQ Brasileira de Ficção Científica

O CoronelO Coronel, HQ da Editora nemo, foi criada pela dupla de quadrinistas brasileiros Osmarco Valladão e Manoel Magalhães (autores das graphic novels The Long Yesterday, pela Comic Store, e O Instituto, pela Aeroplano), e se passa em um cenário que mescla a imensidão do espaço com naves estrelares e planetas inóspitos, incrementado com muitas explosões, ação e suspense, em uma viagem por temas clássicos da ficção científica, questionando a natureza humana, em seus dramas, falhas e virtudes

O sistema Gamma é o território de uma longínqua e violenta guerra, e uma nova tecnologia está sendo criada para que o exército Gorthiano possa vencê-la de uma vez por todas. Trata-se de uma arma que contém uma consciência artificial e a patente de coronel, que orienta o soldado que a carrega, por meio de ordens, incentivos e informações calculadas, que variam desde a distância até a quantidade de possíveis elementos ameaçadores.

Escravizado pela nova tecnologia, o soldado munido do novo rifle, encarregado de encontrar seu pelotão na terceira lua do planeta Capel, se vê obrigado pela máquina a realizar procedimentos sem questionar. Dez anos após o fim da guerra, uma nave coletora de metais acaba resgatando debaixo do solo o antigo artefato, que reassume sua programação original. Mais uma vez, a arma ordena que seu novo dono tome atitudes inesperadas, com resultados catastróficos.

A revista pode ser comprada no site da editora por R$ 29,00, e conta com 56  página e acabamento no formato brochura.

Anúncios

Qual é a sua opinião a respeito?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s